Capas

Ver mais

Edições Disponíveis

Úrsula: romance original brasileiro. Edição fac-similar organizada por José Nascimento Morais Filho. Prefácio de Horácio de Almeida. Rio de Janeiro: Gráfica Olímpica; São Luiz: Governo do Maranhão, 1975.
Úrsula: romance original brasileiro. Edição fac-similar organizada por José Nascimento Morais Filho. Prefácio de Horácio de Almeida. Rio de Janeiro: Gráfica Olímpica; São Luiz: Governo do Maranhão, 1975.
Úrsula; “A escrava”. Edição comemorativa dos 150 anos da primeira edição. Atualização do texto e posfácio de Eduardo de Assis Duarte. Florianópolis: Ed. Mulheres; Belo Horizonte: PUC Minas, 2009.
Úrsula; “A escrava”. Edição comemorativa dos 150 anos da primeira edição. Atualização do texto e posfácio de Eduardo de Assis Duarte. Florianópolis: Ed. Mulheres; Belo Horizonte: PUC Minas, 2009.
Ver mais

Sinopse

(Ilustração) Úrsula - Maria Firmina - Fonte: O Feminino e o Sagrado - Heroínas do Brasil

ÚRSULA — Romance Original Brasileiro ― Por uma Maranhense — San’Luis — Na Typographla do Progresso, 49 — 1859*

Pronto já em 1857, começa a ser vendido somente em agosto de 1860, embora estampe o ano de 1859 na folha de rosto. Assinado apenas com a indicaçãoUma Maranhense”, trata do triângulo amoroso formado pela jovem Úrsula, seu amado Tancredo e por seu tio, o Comendador Fernando P., um senhor cruel que se impõe entre eles pela força e violência.  

No entanto, este é apenas o plano principal das ações, porque em Úrsula, temos uma narrativa sobre o amor trágico entre uma mulher branca e um homem branco, entremeada pelos dramas das escravas e escravos, e atravessada pelas questões da opressão das mulheres pelos homens.

Ver mais