Bibliografia de Firmina

Yinka Shonibare – Mostra “POP”(2013) Fonte: Stephen Friedman Gallery .

Úrsula: romance original brasileiro. São Luiz: Typographia do Progresso, 1859.

  • Úrsula: romance original brasileiro. Edição fac-similar organizada por José Nascimento Morais Filho. Prefácio de Horácio de Almeida. Rio de Janeiro: Gráfica Olímpica; São Luiz: Governo do Maranhão, 1975.
  •  Úrsula: romance original brasileiro. 3 ed. Organização, atualização e notas por Luiza Lobo. Introdução de Charles Martin. Rio de Janeiro: Presença Edições; Brasília: INL, 1988.
  •  Úrsula; “A escrava”. 4 ed. Atualização do texto e posfácio de Eduardo de Assis Duarte. Florianópolis: Ed. Mulheres; Belo Horizonte: PUC Minas, 2004.
  • Úrsula: Romance Afrodescendente, Maria Firmina dos Reis, Editora O Dia, 2008.
  • Úrsula; “A escrava. Edição comemorativa dos 150 anos da primeira edição. Atualização do texto e posfácio de Eduardo de Assis Duarte. Florianópolis: Ed. Mulheres; Belo Horizonte: PUC Minas, 2009.
  • Úrsula; Cadernos Do Mundo Inteiro, Jundiaí, SP, 2017. (Primeira edição digital e gratuita).
  • Úrsula; “A escrava”. 6 ed.: Ed. Mulheres; Belo Horizonte: PUC Minas, 2017.
  • Úrsula. Academia Maranhense de Letras, 2017.
  • Úrsula; Memorial de Maria Firmina dos Reis ─ Prosa Completa & Poesia, Livro 01, Editora Uirapuru, São Paulo, 2017.
  • Úrsula; “A escrava”. 7 ed. revista e ampliada. Florianópolis: Ed. Mulheres; Belo Horizonte: PUC Minas, 2018.
  •  Úrsula (digital) – Github (conteúdo integral do romance na grafia original.)
  •  Úrsula (versão online) XIMENES, Sérgio Barcellos. Blog A Arte Literária, 27/01/2018.
  • Úrsula. Editora Zouk. Porto Alegre, RS. 2018.
  • Úrsula. Editora Taverna. Porto Alegre, RS. 2018.
  • Úrsula e outras obras. Série Prazer de Ler, nº 11. Contém “Úrsula”, “Gupeva”, “A escrava” e “Cantos à beira-mar”. Disponível também em formato digital (E-book). Brasília: Câmara dos Deputados; Edições Câmara, 2018.
  • Úrsula. Coleção Clássicos Comentados. Edição comentada por Roberta Flores Pedroso. Porto Alegre: Editora Leitura XXI, 2018.
  • Úrsula. Porto Alegre: Editora Figura de Linguagem, 2018.
  • Úrsula. 2ª edição. Coleção Acervo Brasileiro. Volume 2. Projeto editorial integral de Eduardo Rodrigues Vianna. Disponível somente em formato digital (E-book). Jundiaí: Cadernos do Mundo Inteiro, 2018.
  • Úrsula. Estabelecimento de texto e introdução de Maria Helena Pereira Toledo Machado. Cronologia de Flávio dos Santos Gomes. São Paulo: Penguin Classics; Companhia das Letras, 2018.
  • Úrsula. Porto Alegre: Editora Pradense, 2018.
  • Úrsula. Livro Digital nº 962 – 1ª Edição – São Paulo: Iba Mendes Editor Digital, 2018.

 

Gupeva – Romance Brasiliense

  • Publicado inicialmente no jornal: “O Jardim das Maranhenses – Periódico Semanário, Literário, Moral, Crítico e Recreativo” (Primeira versão – 13/10/1861 – ?/?/1862).
  • Depois em: “Porto Livre ─ Jornal Político, Comercial e Noticioso” (Segunda versão – 9/2/1863 – 21/5/1863).
  • Por último em: “Eco da Juventude ─ Publicação Dedicada à Literatura”. (Terceira versão – 12/03/1865 – 02/04/1865)

Edições

  • Gupeva. FILHO, Nascimento Morais (Org.). Maria Firmina: fragmentos de uma vida. São Luiz: Comissão organizadora das comemorações de sesquicentenário de nascimento de Maria Firmina dos Reis, 1975.
  • Gupeva (versão online). XIMENES, Sérgio Barcellos. Blog A Arte Literária, 04/12/20117.
  • Gupeva. Memorial de Maria Firmina dos Reis ─ Prosa Completa & Poesia, Livro 01, Editora Uirapuru, São Paulo, 2017.
  • Cantos à Beira-Mar e Gupeva, Maria Firmina dos Reis, Academia Ludovicense de Letras, São Luís (MA), 2017 . Para adquirir, envie solicitação para o e-mail amei.osfl@gmail.com

 

Cantos à Beira-Mar. São Luiz: Typografia do Paiz, 1871 (poesia).

  • Cantos à Beira-Mar. Edição fac-similar organizada por Nascimento Morais Filho. Rio de Janeiro: Granada, 1976.
  • Cantos à Beira-Mar e Gupeva, Maria Firmina dos Reis, Academia Ludovicense de Letras, São Luís (MA), 2017. Para adquirir, envie solicitação para o e-mail amei.osfl@gmail.com.
  • Cantos à Beira-Mar e outras obras. Série Prazer de Ler, nº 11. Contém “Úrsula”, “Gupeva”, “A escrava” e “Cantos à beira-mar”. Disponível também em formato digital (E-book). Brasília: Câmara dos Deputados; Edições Câmara, 2018.

 

A Escrava – Revista Maranhense, ano 1, nº 3, novembro de 1887. 

  • A Escrava. FILHO, Nascimento Morais (Org.). Maria Firmina: fragmentos de uma vida. São Luiz: Comissão organizadora das comemorações de sesquicentenário de nascimento de Maria Firmina dos Reis, 1975.
  • Úrsula; A escrava. 4 ed.: Atualização do texto e posfácio de Eduardo de Assis Duarte. Florianópolis: Ed. Mulheres; Belo Horizonte: PUC Minas, 2004.
  • Úrsula; A escrava. Atualização do texto e posfácio de Eduardo de Assis Duarte. Edição comemorativa dos 150 anos da primeira edição. Florianópolis: Ed. Mulheres; Belo Horizonte: PUC Minas, 2009.
  • Úrsula; A escrava. 6 ed.: Ed. Mulheres; Belo Horizonte: PUC Minas, 2017.
  • Úrsula; A escrava. 7 ed.: revista e ampliada. Florianópolis: Ed. Mulheres; Belo Horizonte: PUC Minas, 2018.
  • A Escrava. Memorial de Maria Firmina dos Reis Prosa Completa & Poesia, Livro 01, Editora Uirapuru, São Paulo, 2017.

 

A Escrava em Coletâneas:

  • Questão de Pele: Contos sobre Preconceito Racial, organização, prefácio e seleção de Luiz Ruffato, Língua Geral, 2010
  • Contos do Mar sem Fim, Pallas Editora, Rio de Janeiro, 2015
  • Antologia de Contos Românticos: Machado, Álvares de Azevedo, João do Rio e cia. Edição de Mario Higa, Editora Lazuli Ltda., 2017.

 

A Escrava em Publicações Digitalizadas

 

Álbum (diário)

  • Álbum. FILHO, Nascimento Morais (Org.). Maria Firmina: fragmentos de uma vida. São Luiz: Comissão organizadora das comemorações de sesquicentenário de nascimento de Maria Firmina dos Reis, 1975.
  • Álbum (diário – versão online). XIMENES, Sérgio Barcellos. A Arte Literária-Blog.

 

Antologias

 

Fonte: Memorial Maria Firmina dos Reis (Facebook).
Yinka Shonibare – Mostra “POP”(2013)
Fonte: Stephen Friedman Gallery .

2 comentários

  1. Oi, Como consigo a obra de MORAIS FILHO, José Nascimento. Maria Firmina: fragmentos de uma vida. São Luís: Imprensa do Governo do Maranhão, 1975. Parabéns pelas infomações. Eu e um aluno de mestrado em Curitiba ( a capital da resistência) estamos estudando a obra de Firmina. Seu site será nosso referencial tbm. Att, Angela Fanini.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *