“Úrsula, de Maria Firmina dos Reis” – Cordel de José Franklin da Silveira

CORDEL

José Franklin da Silveira

Carioca, nascido em 03/12/1959, no bairro de Jardim América. Ao casar, mudou-se para Nova Brasília no Complexo do Alemão, conjunto de Favelas conhecido mundialmente pelo acontecimento da pacificação/invasão. Franklin ainda mora de forma resistente no complexo. Recebeu o codinome Cordelista do Alemão, tendo feito um cordel sobre a invasão e dezenas de outros com os temas locais, mas sua obra em verso passa de 130, e devemos contar aí seus oito livros de crônicas, contos e outros gêneros, também inspirados no lugar onde mora. Os assuntos variam demais, indo de biografias de famosos aos desconhecidos e ficcionais, registro em versos de eventos que participou, ficção científica, alguns líricos e de casos específicos do seu local tendo seus cordéis também função cronística. Raramente sabe qual será o próximo cordel, por vezes aparece do nada, de algum livro lido, uma personalidade que gosta etc. Também costuma aceitar dicas, como foi o caso de Úrsula de Maria Firmina dos Reis, apresentada por Evando dos Santos, o Homem-Livro; este enredo da Escola Império da Tijuca do grupo A, de 2020, no Rio de janeiro.

josefranklindasilveira@yahoo.com.br

Orientações para impressão

Abra somente no word – imprima página 1, nas costas dela a 2, vire a folha de cabeça pra baixo e imprima a 3, e nas costa dela imprima a 4, depois corte a pagina em dois.

Página 1 ; Página 2-7; Página 4-5; Página 6-3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *